O desafio do trabalho remoto e a ascensão da virtualização com WVD

A virtualização dos Desktops é uma resposta cada vez mais eficaz e abrangente às novas necessidades de trabalho remoto. E a Microsoft tem uma palavra a dizer neste domínio.

O contexto pandémico acabou por aumentar de forma significativa o número de pessoas a trabalhar a partir de casa, e a verdade é que os ambientes de trabalho flexíveis passaram a estar no topo da lista de preferências dos colaboradores.

No entanto, se numa primeira fase a preocupação das empresas foi colocar a sua força de trabalho a operar em modo remoto, rapidamente as questões de segurança, desempenho e agilidade passaram para o topo das preocupações das empresas.

Os grandes desafios do trabalho remoto sempre estiveram ligados a essas três questões - a pandemia apenas os multiplicou a uma escala incomensuravelmente maior, gerando uma espécie de “nova vida” às soluções de virtualização do Desktop.

Desktop virtual para vários setores

As infraestruturas de desktop virtual (VDI) permitem às organizações disponibilizar acesso às suas plataformas de TI a partir de qualquer dispositivo e localização do colaborador. E uma vez que podem ser usadas em qualquer área de negócio que exija mobilidade e acessos remotos – vendas, operacionais, distribuição, educação, saúde e/ou teletrabalho - os benefícios são tentadores para quase todas as organizações.

Agora que a Cloud mudou o paradigma das infraestruturas de TI e que a tecnologia subjacente às VDI foi atualizada para fornecer uma experiência de alto desempenho, algumas das vantagens da virtualização podem fazer toda a diferença na hora de apostar na continuidade dos negócios, ou mesmo no aumento da produtividade com trabalho em modo remoto:

  • Controlo total do acesso ao sistema e à informação;
  • Aumento de vida útil dos equipamentos de acesso;
  • Atualizações automáticas e permanentes do sistema;
  • Favorecimento do conceito de BYOD;
  • Interface de utilização idêntico em qualquer dispositivo.

A solução de virtualização da Microsoft

O Windows Virtual Desktop (WVD) é um serviço de virtualização de ambientes desktop e aplicações na Cloud desenvolvido pela Microsoft e, tal como noutros domínios, beneficia do ecossistema de soluções criadas pela empresa para garantir uma abordagem holística sobre todas as necessidades das organizações associadas às TI.

O serviço fornece desktops e Apps Windows virtualizados na Cloud para utilização remota de ferramentas como o M365 em qualquer dispositivo e ambiente, garantindo basicamente os mesmos benefícios na utilização e gestão da informação que os obtidos em PC usados no escritório.

Para os gestores de TI que procuram uma forma eficaz de criar numa área de trabalho virtual do Windows em Azure, por exemplo, há um leque de possibilidades que garante a replicação de sistemas e processos para utilização remota, concretamente:

  • Configurar a implantação de várias sessões de Windows 10, garantindo escalabilidade;
  • Virtualizar as aplicações Microsoft 365 para empresas e otimizar para serem executados em cenários virtuais multiuser;
  • Fornecer desktops virtuais do Windows 7 com atualizações de segurança estendidas gratuitas;
  • Virtualizar desktops e aplicações;
  • Gerir desktops e aplicações do Windows 10, Windows Server e Windows 7 com uma experiência de gestão unificada.

Dispositivos pessoais, com toda a segurança

Se para os gestores de TI a solução de virtualização de Desktop da Microsoft garante um leque alargado de funcionalidades de integração e escalabilidade num sistema de TI, para as organizações e para os colaboradores resulta em enormes vantagens práticas ao nível da segurança, da redução de custos e da facilidade de utilização.

Por exemplo, as organizações têm garantidos níveis elevados de segurança no acesso remoto à informação e ao seu sistema de TI, graças a protocolos de validação fortes, sem necessidade de usar VPN. Por outro lado, as atualizações num sistema WVD são automáticas e independentes do Sistema Operativo usado no dispositivo do utilizador. Isto garante também uma redução considerável do tempo de inatividade necessário para efetuar as atualizações e qualquer operação de suporte remoto.

Muitas das vantagens associadas ao WVD acabam por beneficiar também os utilizadores, que procuram agilidade, rapidez e facilidade de acesso quando estão em trabalho remoto.

A utilização do seu próprio equipamento – desktop, notebook, tablet ou smartphone – para trabalhar pode ser, de facto, uma vantagem, sobretudo pela facilidade de utilização e conhecimento que já detém do equipamento. E o facto de o dispositivo usado servir apenas como interface para aceder à informação da organização dá ao utilizador uma interface de utilização idêntica e uniformizada em qualquer equipamento.

As soluções VDI e, em particular, a plataforma da Microsoft para virtualização de desktops, tornam-se assim numa opção cada vez mais pertinente num contexto em que a Cloud se tornou essencial para garantir a continuidade dos negócios.

Resta às organizações olharem para os service providers como uma componente essencial para que o processo de virtualização seja concretizado com sucesso, entendendo as soluções WVD como canais complementares aos postos de trabalho tradicionais, que permitem o acesso permanente à informação, de forma ágil, simplificada e segura.

Digital Workplace

Written by Ricardo Moreira - Workplace Services Business Manager

Com mais de 15 anos de experiência no setor das Tecnologias da Informação, Ricardo Moreira é um apaixonado por informação, comunicação e pelos desafios gerados por negócios estimulantes.

Ao longo do seu trajeto profissional construiu uma extensa experiência em planeamento, implementação e suporte de soluções tecnológicas acessíveis e inovadoras.