Rehost ou Refactor, qual a melhor estratégia de migração para a Cloud?

António Miguel Ferreira, Managing Director da Claranet Iberia & Latin America, explora as opções estratégicas ao dispor das empresas num artigo de opinião publicado na mais recente edição de Novembro da IT Channel, procurando responder à questão: rehost ou refactor, qual a melhor estratégia de migração para a cloud?

Reconhecendo que não existe uma solução one-size-fits-all, o responsável explica que, apesar do rehost ter sido, mais recentemente, a opção mais fácil e rápida para migrar aplicações para a cloud, a estratégia de refactoring pode oferecer benefícios a médio e longo prazo que compensam a necessidade de rever a arquitetura de uma aplicação e até de alterar o código aplicacional.

É que o refactoring:

permite reduzir a dependência de infraestrutura estática e aumentar a flexibilidade da aplicação, do ponto de vista da sua evolução futura, com a consequente aglidade trazida para o negócio”.

António Miguel Ferreira sublinha, ainda, as vantagens conseguidas na otimização de custos, na eficiência operacional, na melhoria da performance e em segurança.

Mas a seleção de uma estratégia de migração é específica em cada organização e depende da sua maturidade em termos de adoção e experiência na utilização da cloud. Também depende, naturalmente, da contribuição dos parceiros especializados, como é o caso da Claranet.

Para António Miguel Ferreira,

o refactoring não deverá ser a primeira escolha devido à complexidade inerente a esta estratégia. (…) Uma das abordagens mais consensuais será a de começar por fazer o rehost das aplicações para a cloud e, uma vez na cloud, iniciar um processo de transformação iterativo”.

in IT Channel n.º62, Novembro 2019

Esclareça as suas dúvidas connosco

Fale com um membro da nossa equipa

Ligue-nos através dos números 707 50 51 52 e/ou 21 319 92 00, entre as 09:00 - 18:00 de Segunda a Sexta, para falar com um membro da nossa equipa comercial ou de suporte.