Trabalho remoto: Oferta Claranet contribui para acelerar transformação digital

A pandemia e a entrada em vigor das medidas de contenção estão a levar as empresas portuguesas a uma transição tecnológica mais acelerada e a gerar recordes na aquisição de devices e serviços de suporte.

António Miguel Ferreira, Claranet Managing Director Iberia & Latin America

A confirmação desta tendência foi feita pelo Managing Director para a Iberia & Latin America da Claranet, António Miguel Ferreira, ao revelar que a Claranet registou em março um aumento de 200 por cento na entrega de laptops face ao mês anterior.

Em declarações ao Jornal de Negócios - no âmbito de um artigo sobre o salto tecnológico “de 10 anos” que as empresas portuguesas foram obrigadas a dar em face da pandemia – António Miguel Ferreira afirmou ainda que a Claranet Portugal registou em março uma subida de 100% nos pedidos de acesso através de VPN e de 30% nos processos de adoção de Trabalho Remoto. Os licenciamentos de software colaborativo, por outro lado, aumentaram 20%.

Sobre a adaptação das empresas a esta nova realidade, António Miguel Ferreira admitiu:

Os nossos maiores clientes já estavam preparados para trabalho remoto, mas não na escala a que a crise do Covid-19 obrigou. Os grandes clientes tiveram de reforçar as suas infraestruturas de apoio ao trabalho remoto, mas fizeram-no de forma célere.”

O mesmo responsável reconheceu ainda que as empresas de média ou pequena dimensão não estavam tão bem preparadas para esta necessidade repentina de uma estrutura adaptada ao trabalho remoto, sofrendo por isso mais com a adaptação da sua atividade a esta nova realidade.

Esclareça as suas dúvidas connosco

Fale com um membro da nossa equipa

Ligue-nos através dos números 707 50 51 52 para falar com um membro da nossa equipa comercial ou de suporte.